Conflitos familiares uma realidade hoje – Por quê?

Infelizmente hoje os conflitos familiares são uma realidade, isso está presente tanto na família cristã como para a não cristã.

E a pergunta que não quer se calar: Por quê?

Posso dizer que existem diversos fatores que contribuem para isso, mas irei apresentar aqui 3 fatores chaves que certamente te farão fazer refletir.

Mas antes mesmo de falar desses três fatores, quero dizer que uma família unida é um benção de Deus. Deus abençoa a família de quem é fiel a Ele.
Além do mais, é um previlégio nascer em uma família em que serve a Deus.

Um dos primeiros fatores que quero falar é sobre o respeito mútuo e a obediência, na própria Bíblia encontramos isso em Efésios 6:1-2 que diz:
‘Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo. “Honra teu pai e tua mãe” – este é o primeiro mandamento com promessa.’

Os Pais devem ensinar os filhos a caminharem nos caminhos do Senhor e os filhos devem honrar seus pais. E para isso é necessário haver obediência e respeito, caso contrário isso não se tornará uma verdade na família.

Em Provérbios 1:8-9 encontramos a importância da obediência de uma instrução, do ensino e no respeito, veja:
“Ouça, meu filho, a instrução de seu pai e não despreze o ensino de sua mãe. Eles serão um enfeite para a sua cabeça, um adorno para o seu pescoço.”

Segundo ponto que mata a união de uma família é que ao longo do tempo os pais perderam a “coragem” de dizer “não” aos filhos, hoje vemos muitos pais não colocando limites e deixando tudo fácil para seus filhos, afinal, eles não querem que seus filhos “sofram”, como eles sofreram. Poderia dizer, que esse pensamento acaba com sua autoridade e desenvolvimento do seu filho.

Reflita em Salmos 103:17-18:
“Mas o amor leal do Senhor, o seu amor eterno, está com os que o temem e a sua justiça com os filhos dos seus filhos, com os que guardam a sua aliança e se lembram de obedecer aos seus preceitos.”
Amar, não significa fazer tudo pelos filhos, ao contrário, amar é ter comportamentos de repreensão que certamente irá doer mais em você do que nos seus próprios filhos. Deixar eles fazerem tudo que querem, não irá trazer boas colheitas para sua família num futuro próximo.

Outro ponto que destrói uma família na atualidade é a falta de diálogo, hoje é raro ver uma família almoçando, jantando todos juntos. E mais raro ainda ter aquele momento que todos sentam em um sofá para conversarem como foi o dia, o que aconteceu e por aí vai.

Se não há conversa, como os pais irão ensinar os caminhos do Senhor? Sendo que talvez até eles mesmo por “falta de tempo” e “instrução“, não conseguem ter comportamentos que evidenciam esse caminhar.
Em Deuteronômio 6:6-7 tem um versículo bem interesse que gostaria que você meditasse nele:

“Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.”

Talvez a falta de tempo, a correria que o mundo se encontra, também levam as famílias não dialogarem como deveria. E isso é muito triste!

Estando consciente sobre isso, devemos pedir perdão e reverter esse quadro enquanto ainda temos tempo.

“Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo.” Efésios 4:32

Deixo a dica a você, a família é o lugar ideal para refletir o amor de Deus. Por mais que a vida aí fora seja corrida, que cada vez mais está difícil e complicado “educar” seus filhos. Mas isso depende de você PAI e MÃE, depende da sua atitude e do seu agir.

Peça uma direção à Deus e reverta esse quadro o quanto antes!

Engenheiro da Computação e Pós-Graduado em Gerenciamento de Projetos. Certificado internacionalmente em Coaching: Executive, Leader As a Coach e Personal & Professional Coaching® reconhecidas pela SBC (Sociedade Brasileira de Coaching), pelo BCI (Behavorial Coaching Institute – EUA) e pelo ICC (International Coaching Council – EUA).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *